top of page
  • Foto do escritorAndrea Rebello '

Quero engravidar, e agora? - Um manual para tentantes

Atualizado: 3 de jul. de 2023

Confira algumas informações essenciais que você precisa saber antes de engravidar


Você decidiu: quero engravidar! Antes de mais nada, saiba que isso é um privilégio. Mais da metade das gestações no Brasil não são planejadas e só de ter a oportunidade de decidir e de se preparar para isso já é positivo. Planejar uma gestação não precisa ser um fardo - quanto mais você curtir o processo, mais fácil e leve ele será.

Outra coisa: quando se pensa em engravidar, não estamos falando apenas em ficar grávida. Também devemos pensar em vivenciar essa gravidez de forma saudável com o objetivo de ao final, ter um bebê saudável. Por isso, vários dos assuntos que vou abordar aqui também têm como objetivo reduzir o risco de aborto, reduzir complicações na gravidez e no parto, e aumentar as chances de gerar um feto saudável, além de manter a qualidade do leite materno para alimentar o bebezinho que vai nascer.


Confira abaixo algumas dicas simples, naturais e pragmáticas para quem está nessa fase pre-concepção, que nós carinhosamente apelidamos de “tentantes”!


"Nós estamos tentando engravidar" Salma Hayek em "Uma Dupla Explosiva 2 - E a primeira dama do crime" Disponível no Amazon Prime



CONHEÇA O SEU CICLO MENSTRUAL E PERÍODO FÉRTIL

observando o ciclo menstrual para engravidar

Se você acha que é só parar/retirar o método anticoncepcional, transar e voilà!: você fica grávida! - saiba que sim, isso pode acontecer e acontece muito rs… Mas como a concepção é um evento biológico e multifatorial, não funciona assim para todas as mulheres.


Segundo um estudo recente publicado pelo periódico Human Reproduction Update, as chances de uma mulher com menos de 30 anos engravidar é de 15 a 20%. Foram observadas mulheres com ciclos menstruais regulares que praticavam relações sexuais com parceiros do gênero oposto todos os dias por um ano. Ou seja, a cada dez mulheres, apenas duas engravidaram. Segundo o mesmo estudo, a média de tempo que um casal tentante leva para engravidar é de 6 meses a 1 ano.


Por isso, observe o seu ciclo menstrual - que poderá mudar bastante após a retirada/parada do anticoncepcional - e perceba o seu período fértil. Hoje, a ciência sabe que não é exatamente o dia da ovulação que é o dia mais fértil. A maior chance de engravidar acontece 2 dias antes da ovulação. Por exemplo, para alguém que tem um ciclo curto, isso pode significar que o período fértil começa assim que acaba a menstruação.


Você pode usar um aplicativo de celular ou mandala lunar para te guiar nessa jornada, mas lembre que a resposta não está em gráficos ou calendários, e sim na auto-observação do seu próprio corpo.


A IDADE DA MULHER QUE ESTÁ TENTANDO ENGRAVIDAR INFLUENCIA?


"Eu estou com 58 anos. Essa pode a minha última chance de engravidar"


Biologicamente falando, a idade mulher que está tentando engravidar influencia sim. A partir dos 35 anos há uma queda tanto na qualidade quanto na quantidade de óvulos e após os 40 anos essa queda se torna bem significativa.


Isso acontece porque as mulheres já nascem com todos os óvulos que terão até o final da vida. Assim como nós, os óvulos também vão envelhecendo - mesmo que a mulher não tenha ciclo menstrual, não ovule nem menstrue por causa do uso do anticoncepcional. Porém, enquanto a mulher ainda tem óvulos, ainda que sejam mais velhos, ela ainda pode engravidar. Por isso existem muitos relatos de gravidez no climatério, período que antecede a menopausa (última menstruação). A partir da última menstruação, ou seja, da menopausa, não é mais possível engravidar. Isso quer dizer que mulheres acima dos 35 devem entrar em pânico e correr congelar os óvulos* porque não há outra saída? Claro que não! Do contrário não teria tanta mulher +35 engravidando “sem querer”, né?! Em média, a menopausa da mulher brasileira ocorre entre 50-52 anos, mas há relatos de ocorrência aos 42-49 anos e é imprevisível, ou seja, não há nenhum exame ou cálculo que possa ser feito para definir com exatidão quando uma mulher vai encerrar sua vida fértil.

*Congelamento de óvulos


A única forma de preservar os :óvulos é pela técnica de criopreservação, ou seja, retirar e congelar os óvulos. Se você tem entre 30 e 35 anos, não vislumbra uma gravidez em breve mas sente vontade de engravidar, considere sim a possibilidade de congelação como uma forma de garantia. Relembrando que trata-se de uma técnica inacessível para a imensa maioria da população brasileira, disponível geralmente só em grandes centros urbanos e com um custo elevado.


E A IDADE DO HOMEM QUE ESTÁ TENTANDO ENGRAVIDAR A PARCEIRA, TAMBÉM INFLUENCIA?


"Pode me chamar de ´papai!".


A sabedoria popular diz que o homem permanece praticamente toda sua a vida com a capacidade de engravidar a mulher, mas a verdade é que existe uma queda na fertilidade masculina a partir dos 50 anos e isso pode sim dificultar uma gestação espontânea.


A diferença é que enquanto a mulher tem praticamente um dia por mês para que a fecundação ocorra, o homem pode tentar todos os dias (com sorte, mais de uma vez por dia).


PREPARE O SEU CORPO E MENTE PARA ENGRAVIDAR:BONS HÁBITOS INFLUENCIAM DIRETAMENTE NO AUMENTO DA FERTILIDADE


Se possível, busque apoio de uma equipe multidisciplinar para cuidar da sua saúde. Além da sua ginecologista, ter a orientação de um(a) nutricionist a, de um(a) endocrinologista e de um(a) fisioterapeuta/educador(a) física, além de suporte psicológico, é sempre bem-vindo.


Enquanto isso, aqui vão algumas dicas e informações para ter uma vida mais saudável e mais fértil:

infográfico com pontos de atenção para ser mais  saudável e aumentar as chances de engravidar


PLANEJAMENTO FINANCEIRO


Se a gente se planeja, poupa e pesquisa para fazer uma viagem, comprar um imóvel ou mesmo um vestido de festa, por exemplo, por que não se planejar financeiramente para engravidar?


Conheça a realidade obstétrica da sua região, os profissionais, estuda, leia e entenda sobre gestação, parto, amamentação, cuidados com recém-nascido. Faça um convênio se tiver condições. Pesquise sobre locais de parto. Converse com doulas e pessoas que tiveram bebê recentemente.


No país em que vivemos, campeão de cesáreas desnecessárias e violência obstétrica, parir e nascer com dignidade é uma batalha e um privilégio. Não necessariamente precisa ser caro, mas se houver condições de escolher, se planejar para fazer as melhores escolhas para VOCÊ!


EXISTEM PRÁTICAS QUE REALMENTE AJUDAM A ENGRAVIDAR "MAIS RÁPIDO"? ESCLARECENDO ALGUNS MITOS E VERDADES


Quando você decide engravidar, basta "dar um Google" que vem uma enxurrada de dicas sobre o que fazer ou não para acelerar o processo. Como já disse anteriormente, engravidar é um evento biológico e multifatorial, mas é claro que não custa nada a gente dar uma "mãozinha" - desde que seja de maneira leve, sem pressão.


TRANSE MAIS!

É claro que basta uma relação sexual com penetração e ejaculação dentro da vagina para engravidar. Mas quando os homens ficam mais de 4 dias sem ejacular, observa-se uma redução na qualidade do esperma, por isso recomenda-se que haja ejaculação pelo menos de 3 em 3 dias. Essa frequência de relações sexuais também ajuda a sempre ter espermatozoides dentro do útero e trompas, aumentando a chance de eles alcançarem um óvulo maduro e assim ocorrer a fecundação.


NÃO USE LUBRIFICANTES ÍNTIMOS A BASE DE ÁGUA

Em estudos em laboratório, os lubrificantes à base de água parecem ter efeitos negativos sobre os espermatozoides. Em estudos com seres humanos, esses efeitos não foram comprovados. Mas, na dúvida, se for usar lubrificante dê preferência aos que são à base de óleos minerais ou vegetais.


NÃO EXISTE POSIÇÃO QUE AJUDA MAIS OU MENOS - TRANSE DO JEITO QUE QUISER!


Posições adotadas durante a relação sexual não interferem em nada, pode transar à vontade do jeito que quiser, até de cabeça para baixo! Também não adiantar elevar a pelve ou erguer as pernas após a relação sexual, pode levantar, fazer xixi (hábito que inclusive ajuda a prevenir infecção urinária) e até tomar banho.


FAÇA ACUPUNTURA COM FOCO EM FERTILIDADE


Fazer acupuntura pode sim ajudar a engravidar "mais rápido". Hoje em dia temos muitos estudos avaliando o impacto positivo da acupuntura, essa técnica milenar chinesa sobre vários aspectos da nossa saúde, inclusive sobre a fertilidade. É uma excelente ferramenta no acompanhamento de casais com infertilidade.


COMECE A TOMAR ÁCIDO FÓLICO


Há muitas décadas sabemos que a suplementação deste micronutriente auxilia na prevenção de malformações do cérebro e da coluna fetais (ex: anencefalia). Recomenda-se que a mulher tome 400mcg de ácifo fólico todos os dias, iniciando pelo menos 1 mês antes das tentativas de engravidar. Se você não estava tomando e acabou de descobrir uma gestação, inicie o uso imediatamente. Não é necessária receita médica, você pode comprar em qualquer farmácia e já tomar. Deve-se manter essa dose durante todo o primeiro trimestre de gestação, ou seja, pelo menos até 12 semanas.


EXAMES PARA MENSURAR A FERTILIDADE SÃO DESNECESSÁRIOS ATÉ SEGUNDA ORDEM


A única forma de saber com certeza se a mulher é fértil ou não é tentando engravidar. Por mais que se façam exames e mais exames tentando prever, não dá pra afirmar 100%. Existem inúmeras mulheres que receberam diagnósticos de infertilidade e engravidaram espontaneamente mesmo sem desejar e também inúmeras mulheres com exames absolutamente normais tentando engravidar há meses e até anos.


Alguns exames básicos serão auxiliares num momento inicial para avaliar a saúde como um todo do casal, enquanto outros exames mais complexos serão necessários somente naqueles casais que já estão tentando engravidar há mais de 1 ano sem sucesso. Que exames são esses? Somente uma consulta individual e detalhada poderá definir.


CURTA O PROCESSO

mulher casal descobrindo que conseguiu engravidar

É importante reforçar que a maioria dos casais saudáveis (cerca de 80%) vão engravidar no período de 6 meses a 1 ano. Então, segura essa ansiedade caso nada aconteça nos primeiros meses de tentativas, cuide da sua saúde como um todo e namore à vontade! Lembre-se inclusive que estes podem ser os seus últimos momentos a dois, então curta muito. E quando der o positivo, não esqueça de ler “Deu positivo, e agora?”



Comments


bottom of page